ÁUDIO: O rádio sem Bolacha há 17 anos

15 Julho 2018 | Domingo 11h59

Em 30 de julho de 2001, o rádio sul-catarinense ficava privado da voz de Osvaldo Manoel da Costa, o Bolacha. Natural de Palhoça, faleceu aos 64 anos.
 
No mesmo semestre, as estudantes do curso de  Jornalismo na Unisul / Tubarão, Aline Ventura e Karina Farias, resgataram sua trajetória num projeto experimental em rádio.


Da esquerda para direita: Sebastião Farias, Paulo de Lima, Bolacha e Archimedes Naspolini

O compacto de 15 minutos não decepcionou. Bolacha atuou na extinta Difusora, na Eldorado e na Hulha Negra, de Criciúma, Marconi de Urussanga e por último na Difusora, de Içara.
 
Entre os depoimentos de colegas, vozes que também se imortalizaram no dial catarinense e sul-brasileiro como as de Milioli Neto e Diná Guimarães Corrêa.
 
Diná Guimarães Corrêa (entre as estudantes de Jornalismo Patrícia Pereira de Souza e Ariadne Niero / Julho 2000)

As entrevistas incluíram outros profissionais do rádio como Archimedes Naspolini, Fábio Rogério e Sílvio Trevisol.
 
Confira o programete no Facebook!