Aromas, sabores e história nos cafés de Paris

Por: Izabel Suzane Philippe (Nana) Paris, França

09 Junho 2018 | Sábado 11h00

Um café em Paris é o endereço perfeito para um papo filosófico,  um primeiro encontro, um almoço rápido,  um chá acompanhado de  'pâtisseries' (doce, bolo) uma água e um rosé gelado no verão  ou um capuccino no frio do inverno.

A mesa pode ser a do salão,  da varanda ou do lado de fora com as cadeiras voltadas pra rua. Depende do estado de espírito ou do tempo. 

Isabel Suzane Philippe, de Paris
A pausa, sempre poética ou política,  pode ser num café literário como o Deux Magots, no filosófico De Flore, no Le Procope - o primeiro e onde os revolucionários de 1789 se encontravam - ou num dos tantos anônimos.

Os mais famosos estão à esquerda do Rio Sena, mas sempre há o que ouvir e falar, ver e olhar de manhã à noite nas centenas de endereços.